Essa é uma pergunta que muitos pais de primeira viagem fazem. É muito comum os pais idealizam o tipo de consulta com o pediatra que gostariam que o seu filho tivesse – esperam que o profissional tenham respostas para tudo, inclusive sobre questões corriqueiras -, e quando isso não ocorre os pais acabam frustrados. O bom profissional terá respostas relacionadas com medicina. Esse deve ser o seu foco.

Então, como escolher o pediatra perfeito para o seu filho ou filha? A resposta é simples: o pediatra perfeito não existe. Afinal o profissional pode ser adequado em determinadas circunstâncias, pode não ser em outras situações, ou até se pode enganar ou ter um mau dia.

Nas consultas periódicas o pediatra vai analisar o bebê para verificar se há doenças raras e graves, de acordo com a idade da criança. O pediatra terá também como tarefa aconselhar os pais sobre a alimentação do bebê, como posicionar o bebê para amamentar, o que fazer após beber o leite, ou seja, deverá prevenir possíveis acidentes através de conselhos.

Como avaliar se o pediatra é competente e os seus diagnósticos estão corretos?

O velho boca a boca sempre funciona, portanto, pergunte, peça referências a outros pais. Mas lembre-se a opinião sempre leva em conta a relação interpessoal que se cria e uns pais podem sentir-se incomodados com o pediatra que satisfaz perfeitamente outros pais.